Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Sab | 16.01.16

Boteco Das Tertúlias |#5 Resoluções De Ano Novo

Carina Pereira
Lá diz a expressão: ano novo, boteco antigo. Ou, se não é uma expressão já, devia ser!Aqui nos encontramos mais uma vez, agora em 2016, para o primeiro Boteco Das Tertúlias do ano. E, para não destoar, trazemos um tema de que muito se fala: resoluções de ano novo.Espero que gostem e, como sempre, não se esqueçam que a esta mesa se sentam mais quatro pensadoras, e que cada uma traz uma (...)
Sab | 16.01.16

Boteco Das Tertúlias |#5 Resoluções De Ano Novo

Carina Pereira
Lá diz a expressão: ano novo, boteco antigo. Ou, se não é uma expressão já, devia ser!Aqui nos encontramos mais uma vez, agora em 2016, para o primeiro Boteco Das Tertúlias do ano. E, para não destoar, trazemos um tema de que muito se fala: resoluções de ano novo.Espero que gostem e, como sempre, não se esqueçam que a esta mesa se sentam mais quatro pensadoras, e que cada uma traz uma (...)
Qua | 11.11.15

Blogazine #5

Carina Pereira
E a quinta edição da Blogazine, referente ao mês de Novembro, já está na rede!Desta vez trouxe-vos um projecto e um disco pelo qual tenho muito carinho: Brincar aos Fados!Podem ler a revista na íntegra aqui, e o meu texto está reproduzido em baixo.*Brincar aos Fados Pelas mãos de Rodrigo Costa Félix, e com letras de Tiago Torres da Silva, nasceu um projeto dedicado ao (...)
Dom | 21.06.15

Nas Linhas Em Que Me Escrevo #5

Carina Pereira
A primeira data deste caderno é 8 de Julho de 2002, - há quase 13 anos atrás! - e a última 13 de Agosto de 2006. Dele são inquilinos vários poemas e há só duas páginas por escrever. As restantes 78 páginas foram todas ocupadas pelos meus versos.Nem sempre os meus poemas são um reflexo de mim, a maior parte das vidas de que eles falam foram imaginadas e sentidas, sem eu as sentir verdadeiramente. Porque o poeta é um fingidor, ora essa!Carina Pereira
Dom | 21.06.15

Nas Linhas Em Que Me Escrevo #5

Carina Pereira
A primeira data deste caderno é 8 de Julho de 2002, - há quase 13 anos atrás! - e a última 13 de Agosto de 2006. Dele são inquilinos vários poemas e há só duas páginas por escrever. As restantes 78 páginas foram todas ocupadas pelos meus versos.Nem sempre os meus poemas são um reflexo de mim, a maior parte das vidas de que eles falam foram imaginadas e sentidas, sem eu as sentir verdadeiramente. Porque o poeta é um fingidor, ora essa!Carina Pereira