Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Sex | 05.05.17

Nicola Yoon | Everything Everything

Carina Pereira

Nunca coloquei qualquer tipo de censura naquilo que escolho ler, desde que eu goste. Everything Everything é, tal como todos os livros de John Green e David Levithan, publicitados como Young Adult mas, tendo eu toda a colecção do The Diary Of A Wimpy Kid, - e adorando-a - não são estes rótulos que me impedem de pegar num livro e apreciá-lo. (Sim, li todos os livros de John Green também e uma boa parte dos de Levithan.)

Everything Everything é um romance simples; Madeline acabou de fazer 18 anos e passou toda a sua vida dentro de casa, à custa de uma doença que lhe debilita o sistema imunitário e transforma o mundo numa ameaça constante. Olly acaba de se mudar para a casa vizinha e, através de sinais e de palavras escritas no vidro embaciado da janela, acaba por criar uma ponte entre si e a misteriosa rapariga da casa em frente. Daí é um passo até as mensagens por messenger e e-mail começarem, assim como uma amizade peculiar.

Nicola Yoon não cai no erro de tentar transformar a sua história em algo épico ou fora do comum. Eu antecipei o ponto alto do enredo antes deste chegar, mas isso não me fez perder o interesse no livro, ou achá-lo anti-climático, antes pelo contrário; um autor de romances assina um contracto silencioso com o leitor e Yoon cumpriu com o que prometera. O livro contém aquilo que se espera dele.

É de leitura fácil, sem metáforas desnecessárias nem frases lamechas, e embora eu consiga entender porque a história é atractiva para leitores mais jovens, é um conto para qualquer idade.

Carina Pereira

18119583_1394670517222309_738736519419244764_n