Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Sab | 26.08.17

Por Onde É Que Eu Tenho Andado

Carina Pereira

A querida autora do blog O Miau Do Leão enviou-me um e-mail a perguntar se estava tudo bem, porque eu já não fazia publicações há muito tempo. E tem toda a razão.

Nas últimas semanas – meses? – tenho desleixado um pouco o blog, o que é uma pena, até porque entretanto recebi imensos seguidores na página do facebook. Adivinho que sejam resultado do artigo que escrevi sobre o copo mentrual, partilhado pela MeLuna e por mais algumas pessoas, acabando por ter imensas visualizações.

Aos novos seguidores, obrigada e sejam bem-vindos!

Aos antigos também sinto que devo uma explicação. Eu sei que já não é novo eu ter alturas em que escrevo cinco posts num fim-de-semana e depois perder o pio semanas a fio. Deve-se, em geral, a falta de inspiração ou tema, mas desta vez a culpa foi do lixo. Sim, ouviram bem, do lixo.

Na minha publicação anterior falei-vos que comecei a seguir um estilo de vida zero waste. Isto não significa que eu vendi tudo o que tinha e me retirei para um mosteiro em meditação e jejum – não que haja alguma coisa de errado com isso – significa, em tom muito resumido, que passei a tentar comprar coisas a granel, sem embalagem e, aquilo que não consigo comprar sem embalagem (que é a maioria das coisas por estas cidades pequenas), ter ao menos em conta que compro embrulhado em papel ou metal e reciclar tudo o que é reciclável (o que eu já fazia, na verdade). Comecei também a fazer compostagem do lixo orgánico. Quando compro comida ou bebida fora de casa, tento levar as minhas próprias caixas e copos, em vez de aceitar as embalagens, copos e palhetas que me dão e são de deitar fora.

Claro que eu vos falei sobre isto num post, fiz uma página no cabeçalho onde iria colocar tudo o que se referisse a zero waste e depois me pus a milhas e fui criar um site a contar a minha experiência… em Inglês. Sou uma desnaturada.

A verdade é que senti que havia mais partilha em Inglês do que em Português e eu queria começar isto com um sentido de comunidade. Para ter a certeza, também, que não estava a contar a minha história para “o ar”. E para chegar a mais pessoas que me pudessem ajudar a fazer o que é preciso para garantir que posso continuar a viver o mais possível sem fazer lixo.

Claro que eu não podia começar a ser zero waste sem pesquisar sobre isso, sem obter informação e ler outros relatos, então acabei por ocupar imenso do meu tempo estas últimas semanas embrulhada em aprender como fazer os meus próprios produtos, a conhecer os vários métodos de compostagem, daí me ter afastado completamente deste blog.

Mas não o abandono. Este foi o meu primeiro blog a sério e de vez em quando lá o deixo no porto, com um beijo e uma continência, mas o meu navio acaba sempre por atracar aqui na volta da maré. Prometo até começar a escrever aqui sobre esta minha experiência, que é para durar, e em Português, claro. Por isso fiquem desse lado, que eu entretanto partilho resumidamente o que tenho andado a fazer nestas duas semanas.

Se têm curiosidade e querem saber já, podem sempre dar uma vista de olhos ao site zerowasting.wordpress.com, e à página do Instagram, onde faço publicações quase diariamente. Há até quem já por lá me tenha encontrado acidentalmente, sem nomear nenhuma T. de um certo Life’s Textures. ;)

Carina Pereira