Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Seg | 15.06.15

Marcadores De Livros

Carina Pereira
Adoro tudo o que esteja relacionado com arts&crafts embora, para ser sincera, tenha só um jeito relativo para tudo o que isso envolve. Desde tricotar, a fazer trabalhos em feltro, ou mesmo entretida com os meus lacinhos de tecido e plástico, lá ando eu volta e meia à procura de algo novo para fazer, com esperança de, desta vez, descobrir a minha verdadeira vocação para uma arte manual.Desta vez, virei-me para o barro. Ou argila, nem sequer sei bem o material, mas molda-se. Fui a uma loja de artes manuais, encontrei um pack de dez kilos baratinho, e trouxe para casa. Obviamente que, na altura, não me ocorreu que dez kilos é imenso para quem nem sequer sabe se sabe trabalhar com argila, mas adiante.A semana passada, meses após um vaso falhado que acabei por deitar ao lixo, abri de novo a caixa da argila e tentei recriar uns marcadores de livros que encontrei online. E, pronto, deu nisto.Cortei à medida folhas mais espessas, lutei contra a vozinha que dizia "Não tens ideia do que estás a fazer, pois não? As tuas mãos não funcionam nestas coisas!" e lá fiz umas patinhas, e umas pernas do Feiticeiro de Oz. Depois usei as tintas que também já há muito estavam arrumadas, e pintei tudo. Nenhum dos dois está perfeito, mas até gostei do resultado final. Ficou certamente melhor do que era antes de eu ter sequer tentado. :D

Carina Pereira

Seg | 15.06.15

Marcadores De Livros

Carina Pereira
Adoro tudo o que esteja relacionado com arts&crafts embora, para ser sincera, tenha só um jeito relativo para tudo o que isso envolve. Desde tricotar, a fazer trabalhos em feltro, ou mesmo entretida com os meus lacinhos de tecido e plástico, lá ando eu volta e meia à procura de algo novo para fazer, com esperança de, desta vez, descobrir a minha verdadeira vocação para uma arte manual.Desta vez, virei-me para o barro. Ou argila, nem sequer sei bem o material, mas molda-se. Fui a uma loja de artes manuais, encontrei um pack de dez kilos baratinho, e trouxe para casa. Obviamente que, na altura, não me ocorreu que dez kilos é imenso para quem nem sequer sabe se sabe trabalhar com argila, mas adiante.A semana passada, meses após um vaso falhado que acabei por deitar ao lixo, abri de novo a caixa da argila e tentei recriar uns marcadores de livros que encontrei online. E, pronto, deu nisto.Cortei à medida folhas mais espessas, lutei contra a vozinha que dizia "Não tens ideia do que estás a fazer, pois não? As tuas mãos não funcionam nestas coisas!" e lá fiz umas patinhas, e umas pernas do Feiticeiro de Oz. Depois usei as tintas que também já há muito estavam arrumadas, e pintei tudo. Nenhum dos dois está perfeito, mas até gostei do resultado final. Ficou certamente melhor do que era antes de eu ter sequer tentado. :D

Carina Pereira