Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Contador D'Estórias

Um blog com estórias dentro.

Qua | 30.12.15

Comprei rosas.

Carina Pereira
Passei numa florista e comprei umas rosas cor de tijolo-claro, que olhavam para mim da bancada. Dias depois, comprei um vaso, bonito mesmo, para pôr as minhas rosas. Aliei-me ao google, peguei no pouco de terra que tinha num saco perdido na despensa, e troquei as rosas de vaso. Ignorei alguns passos; não coloquei o vaso com furinhos no fundo dentro do vaso novo, tão bonito, porque não cabia. Replantei as minhas rosas nesse vaso sem furinhos. As minhas rosas pareceram não gostar. Perguntei à minha mãe, que me disse que o vaso tinha de ter furinhos. E que não se podia regar as rosas todos os dias, ou a raíz apodrecia. E eu, que até ali, regara todos os dias!Andei a olhar para as minhas rosas, a ver os botões novos a nascerem já a custo, e decidi que era tempo de operar de novo, correndo o risco de matar as minhas rosas de vez. Peguei na terra, sacrifiquei um ramo de salsa já meio morto para roubar um vaso com furinhos, e mudei as minhas rosas de sítio, coloquei-as na mesma no vaso bonito que comprei para elas, mas desta vez com o vasinho com furinhos no fundo lá dentro, como deve ser.Agora é esperar um milagre.

Carina Pereira

DSCF8884.JPG

2 comentários

Comentar post